Por Samrhitha A e Rahat Sandhu

(Reuters) – O Vice Media Group, popular por sites como Vice e Motherboard, entrou com pedido de recuperação judicial na segunda-feira para arquitetar sua venda a um grupo de investidores, após anos de dificuldades financeiras e saídas de altos executivos.

O pedido é resultado de um período desafiador para muitas empresas de tecnologia e mídia, que vêm cortando custos para sobreviver a um mercado publicitário fraco em meio à desaceleração do crescimento econômico.

Vice disse que o consórcio de investidores, que inclui Fortress Investment Group, Soros Fund Management e Monroe Capital, fornecerá cerca de 225 milhões de dólares em oferta de crédito para quase todos os seus ativos e também assumirá responsabilidades significativas.

Sob uma oferta de crédito, os investidores podem trocar sua dívida garantida, em vez de pagar em dinheiro, pelos ativos da empresa. A Vice listou ativos e passivos na faixa de 500 milhões de dólares a 1 bilhão de dólares.

“Os investidores estão assumindo (a Vice) com um grande desconto e descobriremos se eles podem se tornar viáveis com uma estrutura de capital muito mais enxuta saindo da recuperação judicial”, disse Thomas Hayes, presidente do conselho da empresa de investimentos Great Hill Capital.

A Vice estava entre um grupo de empreendimentos de mídia digital em rápido crescimento que tiveram avaliações valiosas enquanto cortejavam o público da geração dos millenials. A empresa ganhou destaque ao lado de seu co-fundador Shane Smith, que construiu seu império de mídia a partir de uma única revista canadense.

O grupo recebeu compromissos e consentimento dos investidores para usar mais de 20 milhões de dólares em dinheiro, o que, segundo a empresa, será “mais do que suficiente” para financiar seus negócios por meio do processo de venda.

“Este clima, juntamente com um difícil ambiente de aumento de capital devido a taxas mais altas, está levando alguns dos jogadores menores para o brejo”, disse Hayes.

((Tradução Redação São Paulo)) REUTERS BC IV

Fonte – Uol

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ao navegar no site ,você aceita os cookies que usamos para melhorar sua experiência e os termos da GDPR (LGPD) Conheça nossa Politica de Privacidade 
Ola Podemos te ajuda
Podemos Te Ajudar ?
SEJA BEM VINDO
Ola nos do Grupo Eco estamos muito fefiz por voçê estar aqui no que posso Ajudar ?