Por Marcelo Araújo.

Até pouco tempo, discutia-se a necessidade de contar com uma área de RH que atendesse às necessidades estratégicas das organizações. Muitas empresas ainda mantinham práticas que visavam apenas solucionar a burocracia entre empregado e empregador, menos voltadas para o colaborador em si.

Porém, com o surgimento das novas tecnologias e as mudanças ocorridas na sociedade por conta delas, o cenário mudou. As companhias começaram a perceber que tornar o RH mais inteligente era parte crucial da estratégia.

Hoje, estamos um passo além: o RH já vem redesenhando seus antigos processos e realizando a migração para tecnologias de ponta, fazendo uso inteligente das inovações. Neste contexto, o RH Digital passa a sincronizar a estratégia da organização e da gestão de pessoas por meio de dados e estatísticas em tempo real, melhorando significativamente a tomada de decisão.

RH 4.0: o que é e como usa a tecnologia a favor dos Recursos Humanos?

Imerso na transformação digital, o chamado de RH 4.0 é um setor bem encaixado na indústria 4.0 – considerada a era da conectividade. Ele consegue unir tecnologia, estratégia e gestão de pessoas, proporcionando avanços para as empresas. Para 2024, a principal tendência é que tudo isso seja alinhado à humanização da gestão de pessoas, a partir da união de tecnologias com metodologias e técnicas inovadoras.

Uma pesquisa realizada em 2020 pela Capterra indicou que 80% das pequenas empresas americanas já utilizam softwares de RH. Segundo o estudo, programas que envolvem o uso de Inteligência Artificial e machine learning, por exemplo, devem ajudar a automatizar tarefas que vão desde o recrutamento de talentos até a organização de documentação, ajudando a livrar os funcionários do setor de atividades repetitivas.

RH DigitalA transformação do RH convencional para o digital gera expectativas de maior produtividade nas empresas e, claro, nos processos.

Embora não existam informações específicas sobre o aumento da produtividade no RH por causa da IA, a pesquisa mostra a dimensão da presença da tecnologia no setor e, a partir da informação dos sistemas mais usados, inferir algumas das atividades que podem estar sendo automatizadas, como recrutamento e seleção, gestão de conhecimento e avaliação de desempenho.

Sem dúvidas, uma das grandes expectativas em torno do uso da IA e do machine learning no ambiente corporativo é a sua capacidade de melhorar a produtividade das equipes.

Pesquisas recentes, especificamente relacionadas ao emprego da inteligência artificial generativa, indicam uma aceleração da produtividade em diferentes áreas graças à tecnologia.

Além desta tecnologia, outra tendência é o Big Data, a metodologia People Analytics, as plataformas de recrutamento online e a gamificação, que utiliza a dinâmica ou mecânica dos jogos para engajar os colaboradores em um contexto de aprendizado divertido e lúdico, incentivando-os a desenvolverem novas habilidades.

O RH digital nos próximos anos será centrado no ser humano, usando a tecnologia como aliada para promover experiências mais eficientes, personalizadas e significativas para os colaboradores. A adaptação a essas tendências será vital para as organizações que buscam atrair, reter e desenvolver talentos de forma eficaz.

****

Marcelo Araújo é Diretor Comercial na Ebox Digital. Tem mais de 35 anos de experiência na área comercial com foco em vendas de produtos de tecnologia e serviços, executivo com atuação em clientes de médio e grande porte, destacando vivência em empresas de software, BPO, gestão eletrônica de documentos , ECM e BPM.

Fonte – Uol

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ao navegar no site ,você aceita os cookies que usamos para melhorar sua experiência e os termos da GDPR (LGPD) Conheça nossa Politica de Privacidade 
Ola Podemos te ajuda
Podemos Te Ajudar ?
SEJA BEM VINDO
Ola nos do Grupo Eco estamos muito fefiz por voçê estar aqui no que posso Ajudar ?