Um porta-voz da Meta se recusou a comentar sobre os planos. A Reuters não conseguiu determinar a extensão das demissões na unidade de silício, chamada Facebook Agile Silicon Team, ou FAST, com cerca de 600 funcionários, segundo a outra fonte.

A unidade FAST tem a função de desenvolver chips personalizados para alimentar o hardware de realidade aumentada e virtual produzido pela divisão Reality Labs da Meta.

Atualmente, a Meta produz uma linha de headsets de realidade mista chamados Quest e óculos inteligentes projetados em parceria com a EssilorLuxottica, uma fabricante de óculos Ray-Ban, que podem transmitir vídeo e interagir com usuários por meio de uma nova assistente virtual baseada em inteligência artificial.

A empresa também está trabalhando em óculos de realidade aumentada capazes de projetar objetos virtuais em lentes transparentes, juntamente com relógios inteligentes associados, de acordo com uma das fontes.

A Meta, no entanto, tem enfrentado dificuldades para produzir chips que possam competir com os fabricados por fornecedores externos e recorreu à fabricante de chips Qualcomm para os dispositivos disponíveis no mercado, incluindo os headsets Quest e os óculos Ray-Ban.



Fonte – Uol

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ao navegar no site ,você aceita os cookies que usamos para melhorar sua experiência e os termos da GDPR (LGPD) Conheça nossa Politica de Privacidade 
Ola Podemos te ajuda
Podemos Te Ajudar ?
SEJA BEM VINDO
Ola nos do Grupo Eco estamos muito fefiz por voçê estar aqui no que posso Ajudar ?