Imprensa relata carta direcionada à diretoria da empresa criadora do ChatGPT onde trabalhadores reclamam que o conselho não comprovou motivos que levaram ao desligamento do chefão da companhia na última sexta (17). Nesta segunda (20), Altman foi anunciado como novo funcionário da Microsoft. Sam Altman fala na Conferência Digital do Wall Street Journal em Laguna Beach, Califórnia, EUA, em 18 de outubro de 2017.
REUTERS/Lucy Nicholson/File Photo
Funcionários da OpenAI estão ameaçando uma saída coletiva caso a empresa não volte atrás da demissão de seu cofundador Sam Altman, anunciada na última sexta-feira (17).
O texto, reproduzido por sites como o da revista “Wired” e do jornal “Financial Times”, aponta “má-fé” do conselho da empresa por não ter comprovado os motivos do desligamento de Altman. E exige ainda que a cúpula renuncie e nomeie diretores independentes.
Ao anunciar a demissão, na sexta, o conselho diz ter concluído que Altman “não era sincero” e que não era mais possível confiar em sua capacidade de liderança, sem mais detalhes.
Em uma reviravolta, na madrugada desta segunda (20), pelo horário de Brasília, Altman foi anunciado como novo funcionário da Microsoft, para liderar um time de inteligência artificial (IA).
A empresa fundada por Bill Gates é também uma das principais investidoras da OpenAI, cujo ramo também é a IA, e diz que essa parceria vai continuar.
Altos executivos assinam
O “Financial Times” diz que, na carta, os funcionários também ameaçam ir trabalhar para Altman, na Microsoft, que teria garantido vagas para todos os empregados da OpenAI.
O site do jornal afirma que mais de 500 dos 770 empregados da OpenAI assinam o texto. A “Wired” diz que são 490.
Na imagem da carta reproduzida pela jornalista americana Kara Swisher no X (ex-Twitter), uma das assinantes é a executiva Mira Murati.
Ela foi apontada como CEO interina no lugar de Altman, na sexta, mas, no fim deste domingo, a OpenAI teria decidido substituí-la por Emmett Shear, cofundador do site de streaming de vídeo Twitch. Ele postou que aceitou o convite.
Pouco depois, o chefão da Microsoft, Satya Nadella, anunciou que Altman se juntaria à empresa, assim como outros colegas dele que trabalhavam para a OpenAI. Nadella confirmou que a Microsoft seguirá a parceria com a OpenAI e disse estar ansioso para conhecer Emmett Shear.
Initial plugin text
Outro nome que aparece entre os assinantes do texto é o de Ilya Sutskever, também cofundador da OpenAI, que declarou nesta segunda que se arrependeu profundamente de ter participado das ações tomadas pelo conselho.
Também nesta segunda, diversos funcionários da OpenAI postaram no X a frase “A OpenAI não é nada sem as suas pessoas”. Muitos deles foram retuitados por Altman.
Demissão polêmica
A OpenAI surpreendeu ao anunciar a demissão de Sam Altman e sua saída do conselho da empresa na última sexta-feira.
O comunicado da decisão continha duras críticas ao executivo, afirmando que, após uma investigação, a diretoria concluiu que Altman “não era consistentemente sincero nas suas comunicações com o conselho, prejudicando a sua capacidade de exercer as suas responsabilidades”.
O conselho também disse que não confiava mais na capacidade de liderança do cofundador da OpenAI. Na carta dos funcionários, de acordo com a reportagem da “Wired”, diz que apesar de ter havido muitos pedidos para que o conselho desse fatos específicos para as alegações contra Altman, nunca foi apresentada nenhuma evidência por escrito.
Shear afirmou nesta segunda que vai contratar um investigador independente para apurar as circunstâncias da demissão de Altman, e prometeu reformar a equipe de gestão nos próximos 30 dias.
ChatGPT: como usar o robô no dia a dia

Fonte – Uol

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ao navegar no site ,você aceita os cookies que usamos para melhorar sua experiência e os termos da GDPR (LGPD) Conheça nossa Politica de Privacidade 
Ola Podemos te ajuda
Podemos Te Ajudar ?
SEJA BEM VINDO
Ola nos do Grupo Eco estamos muito fefiz por voçê estar aqui no que posso Ajudar ?