Uma amostra de 4,5 bilhões de anos, coletada do asteroide Bennu, contém quantidades abundantes de água e carbono, componentes essenciais para a formação da vida na Terra, revelou a Nasa nesta quarta-feira (11), dando mais apoio à teoria de que a vida na Terra teria sido semeada a partir do espaço.

A descoberta ocorre após uma viagem de ida e volta de sete anos a este distante corpo celeste, como parte da missão OSIRIS-REx, que deixou sua preciosa carga no deserto de Utah no mês passado, e que é submetida desde então a uma minuciosa análise científica.

“Esta é a maior mostra de asteroide rica em carbono já trazida à Terra”, disse o chefe da Nasa, Bill Nelson, em um evento para a imprensa no Centro Espacial Johnson, em Houston, onde foram exibidas as primeiras imagens de seixos e poeira preta.



Fonte – Uol

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ao navegar no site ,você aceita os cookies que usamos para melhorar sua experiência e os termos da GDPR (LGPD) Conheça nossa Politica de Privacidade 
Ola Podemos te ajuda
Podemos Te Ajudar ?
SEJA BEM VINDO
Ola nos do Grupo Eco estamos muito fefiz por voçê estar aqui no que posso Ajudar ?